logoUFF PB semtexto UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE
logoPROGRAD 2 Pró-Reitoria de Graduação
Coordenadoria de Apoio ao Ensino de Graduação
FORMULÁRIO 06 – Acompanhamento e Avaliação if 1 02 511559 Projeto Pedagógico do Curso

Na UFF, a avaliação interna geral está sob responsabilidade da Comissão Própria de Avaliação (CPA), que conta com o apoio das Comissões de Avaliação Locais (CAL) formadas em cada unidade. Como parte de sua missão, a CPA disponibiliza, no início de cada semestre letivo, um questionário de avaliação a ser preenchido por docentes e discentes e esses dados, bem como uma análise dos mesmos, são posteriormente divulgados para todos no sítio da UFF.

O acompanhamento e a avaliação do curso de Graduação em Estatística da UFF levarão em consideração os seguintes aspectos: infraestrutura disponível, participação de discentes, docentes e funcionários técnico-administrativos na manutenção da qualidade do curso e adequação didático-pedagógica do curso. Ambos serão realizados sistematicamente pela Coordenação do Curso, com apoio do Núcleo Docente Estruturante (NDE), tendo como principal fonte de informação os resultados obtidos pela CPA. Pretende-se, assim, avaliar até que ponto estão sendo cumpridas as metas estabelecidas e quais as principais distorções a serem sanadas para se atingirem os níveis de qualidade propostos.

Infraestrutura

A avaliação da infraestrutura existente abrange especialmente os seguintes ambientes: bibliotecas, salas de aula, laboratórios de computação e secretaria da Coordenação de Curso.

Em 2017, o Instituto de Matemática e Estatística (IME), no qual está inserido o Curso de Estatística, ganhou uma sede nova composta por dois prédios de 5 andares recém-inaugurados. Esta mudança permitiu a ampliação do espaço físico Laboratório de Estatística (LIGRE), proporcionou salas de aula maiores, mais claras e melhor equipadas, melhores condições de trabalho para os docentes e ampliação dos espaços de interação entre docentes e alunos.

A disponibilidade de textos didáticos atualizados é o principal ponto de avaliação das bibliotecas da UFF, especialmente da Biblioteca do Instituto de Matemática e Estatística (BIME), que é o principal ponto de referência para as publicações ligadas ao Curso de Estatística, muito embora os alunos possam consultar outras bibliotecas da UFF onde também há disponibilidade de livros das áreas de Matemática e Computação, por exemplo. Anualmente, o NDE faz um levantamento da quantidade de exemplares disponíveis dos livros citados nas bibliografias básica e complementar das disciplinas do curso e, através de uma análise das consultas realizadas e da quantidade média de alunos nas disciplinas, é avaliada a necessidade de compra de novos livros e/ou exemplares. Sugestões de aquisição de livros mais atuais são também consideradas e encaminhadas à Comissão da Biblioteca do IME para avaliação da viabilidade de aquisição. Considerando também as novas tecnologias de ensino, é feito um levantamento periódico de material didático digital, além de recursos audiovisuais, que possam auxiliar docentes e alunos nas disciplinas. Além disso, são analisadas semestralmente as respostas dos alunos às perguntas referentes à biblioteca no questionário de avaliação da CPA, que abrangem principalmente a adequabilidade do espaço e do acervo da biblioteca às necessidades do curso.

A cada semestre é feito um levantamento, junto à direção do Instituto de Matemática e Estatística (IME), das salas de aula ocupadas com disciplinas do curso de Graduação em Estatística, de forma a se verificar sua adequação em termos didáticos e de espaço físico.

Como em muitas disciplinas são realizadas aulas práticas com o uso de microcomputadores, é feita uma avaliação constante das condições de uso e de funcionamento (horário, número de micros, suporte etc.) dos laboratórios de computação utilizados pelos alunos, que atualmente são dois: o Laboratório da Estatística (LIGRE) e o Laboratório da Matemática.

O funcionamento da secretaria da Coordenação de Curso também é avaliado, tanto pelos alunos quanto pelos professores – internos e externos ao GET – através de itens específicos relativos à infraestrutura e forma de atendimento no questionário aplicado semestralmente pela CPA, de forma a se avaliar a qualidade/eficiência do mesmo.

Além disso, vale a pena salientar que existe cooperação da Direção do Instituto de Matemática e Estatística e da própria Universidade para garantir a adequabilidade das demais instalações presentes no Instituto e no campus em que está inserido (Gragoatá), de forma a viabilizar as condições apropriadas para o pleno desenvolvimento acadêmico dos alunos.

Questões relacionadas ao funcionamento dos restaurantes universitários e cantinas, aos serviços de limpeza e banheiros são também levantadas no questionário de avaliação da CPA e avaliadas pelo NDE, para encaminhamento ao setor responsável por quaisquer providências necessárias.

Discentes

Para avaliar o comprometimento dos alunos com o Curso de Estatística, são confrontados dados do aproveitamento escolar dos mesmos com dados de questionários de avaliação das disciplinas por eles cursadas e dos próprios professores que as ministraram. Desta forma, pretende-se detectar precocemente quaisquer problemas que possam ser contornados mediante conversa com os alunos, com os professores ou mesmo com as chefias dos respectivos departamentos. Com a avaliação dos motivos de descontentamento e das dificuldades, espera-se minimizar a possível evasão escolar com ações que incentivem os alunos a chegarem ao final de seu curso. Relatórios de retenção e de reprovação são gerados pela Coordenação através do Sistema Acadêmico da UFF (IdUFF) e discutidos no NDE. Uma atenção especial é dada aos ingressantes, uma vez que, pelo Regulamento dos Cursos de Graduação da UFF, o aluno pode perder a matrícula por insuficiência de rendimento. Após a aplicação da primeira prova, a coordenação entra em contato com os docentes que ministram as disciplinas do 1º período para obter informações sobre o desempenho dos alunos que possam ser úteis no acompanhamento dos ingressantes. Tutores e monitores são selecionados para dar apoio ao docente e aos alunos dessas disciplinas do 1º período.

Os discentes preenchem o questionário de avaliação das disciplinas e de autoavaliação no início de cada período letivo, com informações referentes ao período anterior. O preenchimento desse questionário, elaborado pela CPA, é digital, sem identificação do aluno. Nessa avaliação, o aluno se auto avalia respondendo a perguntas sobre sua assiduidade e pontualidade nas atividades da disciplina, se tinha conhecimentos necessários à realização da disciplina e se executou as tarefas acadêmicas com dedicação. Uma pergunta muito importante, que complementa as anteriores, é se o aluno se identificou com o curso. Com relação aos docentes, os discentes avaliam se os mesmos demonstraram domínio de conteúdo, se respeitaram os horários das aulas, se cumpriram o programa da disciplina e se promoveram o desenvolvimento do pensamento crítico e reflexivo. Além de avaliar os docentes e o currículo da disciplina, o discente poderá também escrever comentários, sugestões, elogios e críticas aos docentes das disciplinas.

Docentes

O envolvimento dos professores com o curso também é avaliado sob duas formas. Em primeiro lugar, será realizada, a cada final de ano, uma reunião dos docentes que ministraram disciplinas no curso com o NDE, para discutir possíveis problemas e avaliar melhorias a serem implementadas. Nessa reunião deverão estar presentes, além dos professores do curso, membros do NDE e representantes dos alunos, de forma que sejam considerados todos os pontos de vista.

Os docentes também avaliam os alunos no questionário da CPA e se auto avaliam. Nesta parte, eles respondem a perguntas sobre a preparação adequada do conteúdo da disciplina ministrada, utilização de instrumentos de avaliação coerentes, relacionamento com a turma, cumprimento do programa da disciplina e respeito aos horários das aulas. Esses questionários são também avaliados pelo NDE.

Técnicos Administrativos

A participação dos funcionários técnico-administrativos na manutenção da qualidade do curso é avaliada juntamente com o funcionamento da secretaria, mas não se restringindo a ela. Também eles devem responder a um questionário onde é feita uma autoavaliação e uma crítica construtiva sobre seu ambiente de trabalho, de forma a se identificarem pontos de melhoria necessários para o bom funcionamento do curso.

Aspectos Didáticos-Pedagógicos

A avaliação do curso em seus aspectos didático-pedagógicos tem como base fundamental a captação de informações advindas dos discentes e dos docentes quanto ao cumprimento do conteúdo básico das disciplinas, definido em suas ementas, programas e planos de aula, esses últimos de periodicidade semestral. Através dos questionários respondidos por alunos e professores, será possível visualizar melhor a execução das disciplinas, o que permitirá tomar ações pertinentes para melhorar a qualidade do ensino, direcionando, cada vez mais, o que é apresentado em sala de aula para o interesse de uma melhor formação dos alunos do curso. No questionário de avaliação elaborado pela CPA, os alunos avaliam também se a ordem de apresentação dos conteúdos da disciplina está adequada, se a carga horária é suficiente para o desenvolvimento dos conteúdos e se a disciplina é importante para a sua formação.

Também, caberá à Coordenação do Curso estimular o oferecimento de disciplinas optativas pelos vários departamentos pertencentes ao Colegiado e buscar novas parcerias dentro da Universidade de forma a ampliar o leque de optativas oferecidas e garantir, assim, uma melhor formação ao aluno. Atualmente, o Curso de Estatística da UFF oferece disciplinas optativas dos Departamentos de Economia, de Engenharia de Produção, de Ciências da Computação, de Letras Clássicas e Vernáculas, de Comunicação Social, além dos departamentos do Instituto de Matemática e Estatística.

As atividades complementares e de extensão – participação em seminários, monitorias, projetos de pesquisa, de ensino ou de extensão, estágios etc. – devem ser estimuladas e, ao mesmo tempo, avaliadas para que seja priorizado o envolvimento do aluno com experiências que possam fortalecer e enriquecer sua futura vida profissional.

Considerações Finais

Deve-se ressaltar que o projeto aqui colocado busca atender as atuais Diretrizes Curriculares do MEC para os Cursos de Graduação em Estatística e espera-se contribuir para uma mudança na maneira de formar estatísticos profissionais, tornando mais relevante e flexível a sua formação, e tendo sempre em vista as modificações e demandas do mercado de trabalho (empresarial e acadêmico) como ponto fundamental para o bom exercício de sua profissão.

Skip to content