2014 – Defesas no Primeiro Semestre Letivo

Escondido

Your content goes here. Edit or remove this text inline or in the module Content settings. You can also style every aspect of this content in the module Design settings and even apply custom CSS to this text in the module Advanced settings.

CAIO HENRIQUE PIRES E SOUZA. Análise da inversão dos ingressantes das IES dada a origem escolar

Resumo: Esse estudo analisa um fenômeno que está relacionado à origem escolar dos jovens ao ingressar no ensino superior: a inversão da dependência administrativa das instituições que ocorre quando egressos do ensino médio público ingressam em instituições privadas e vice e versa. O objetivo é determinar quais variáveis contribuem para essa inversão ao ingressar no ensino superior. Com os microdados do Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (ENADE), coletado pelo MEC/INEP e estimando o modelo de regressão logística, conclui-se que as variáveis que mais contribuem para o ingresso no ensino superior privado, dado que cursou o ensino médio em escola pública, são a renda típica de classe média (3 a 10 s.m.) e residir na região Sudeste, que possui grande oferta de cursos de IES privadas.
Palavras-chave: 
Inversão da dependência administrativa. Ensino superior. Regressão logística. if 1 02 511559

Orientadora: Márcia Marques de Carvalho

EVERSON CARDOZO MACHADO. O uso da regressão logística na análise de acidentes de trabalho

Resumo: Os acidentes de trabalho podem ser classificados de duas maneiras: com afastamento, aqueles nos quais os funcionários acidentados terão que se ausentar de suas atividades por um tempo; e acidentes sem afastamento, aqueles nos quais os funcionários não terão que se ausentar de suas atividades. O objetivo deste trabalho é estudar os fatores que aumentam as chances de um acidentado ter que se afastar da empresa; para isso foi usado o modelo de regressão logística. O banco de dados deste trabalho é referente aos acidentes de trabalho ocorridos nas empresas Ampla e Coelce no período de janeiro a dezembro de 2013. As variáveis explicativas que foram analisadas neste trabalho foram: empresa; diretoria; dia da semana; turno; faixa etária; sexo; tipologia do acidente. Já a variável resposta escolhida foi a classificação dos acidentes em: sem afastamento e com afastamento. O ajuste do modelo foi feito utilizando dois métodos, o da eliminação de variáveis e o da inclusão de variáveis. Ambos chegaram com as mesmas variáveis no modelo final: empresa; sexo; tipologia do acidente. Foi feita uma verificação do modelo através da distância de Cook, na qual nenhum ponto influente foi encontrado. O gráfico de envelope simulado também foi apresentado e pode-se perceber que o modelo ficou bem ajustado. A qualidade do ajuste foi medida a partir da curva ROC, que apresentou um valor de 0,796 para a área abaixo da curva, 94,9% de sensibilidade e 44,3% de especificidade. A partir das razões de chance foram feitas as devidas interpretações para o modelo final.
Palavras-chave: Acidentes de trabalho. Modelo de regressão logística. Razão de chance. Qualidade do ajuste.
if 1 02 511559

Orientadora: Jessica Quintanilha Kubrusly

GEORGIA SAFRA BORGES. Autoavaliação de saúde dos idosos no ambiente urbano e sua associação com características demográficas, socioeconômicas, comportamentais e de saúde: uma análise usando a PNAD2008

Resumo: No Brasil o acelerado processo de industrialização provocou uma rápida urbanização, com a ampliação no ritmo do crescimento e no número de cidades, e estima-se que em 2030, aproximadamente cinco bilhões de pessoas, o que corresponde a dois terços da população mundial, estarão morando em áreas urbanas. Este trabalho teve como objetivo estudar para o ambiente urbano a associação entre a autoavaliação global de saúde e um conjunto de características demográficas, socioeconômicas, comportamentais e de saúde dos idosos (60 anos ou mais) no Brasil, usando os dados da PNAD 2008. Essa associação foi estabelecida por meio do modelo de regressão logística multinomial, após verificar que a hipótese de homogeneidade dos coeficientes, requerida para o ajuste do modelo logístico ordinal, não foi satisfeita. Verificou-se, no ambiente urbano, que a chance de reportar um estado de saúde ruim, relativamente aos estados de saúde regular e bom, foi menor para idosos: do sexo feminino, que possuem nível superior (considerando sem instrução como base), com menor número de doenças crônicas, que não tem nenhuma dificuldade de realizar atividades básicas do cotidiano, que possuem plano de saúde, que nunca fumaram, e que praticam atividade física. Além disso, idosos com maior renda domiciliar mensal per capita e que moram sozinhos no domicílio possuem maior chance de reportarem um estado de saúde bom, relativamente ao estado de saúde ruim. Considerando que a autoavaliação de saúde é um indicador que apresenta concordância com as condições objetivas de saúde, os achados do presente estudo demonstram que para promoção de saúde dos idosos, é necessário reduzir as desigualdades socioeconômicas existentes, permitir um maior acesso e utilização aos serviços de saúde e desenvolver políticas que visam mudanças de comportamento dos indivíduos, estimulando um estilo de vida mais saudável.
Palavras-chave: Saúde do idoso. PNAD. Regressão logística multinomial.
if 1 02 511559

Orientador: José Rodrigo de Moraes

GEREMIAS DE MATTOS FONTES NETO. Perfil sociocultural dos candidatos aos cursos da área de Engenharia no vestibular da UFF 2011: uma análise usando regressão logística multinomial

Resumo: Os cursos de Engenharia são de extrema importância para um país e para a melhoria das condições de vida da população. Entretanto, as áreas de Engenharia exigem dos alunos bons conhecimento em matemática, física e química oriundos do ensino médio, e portanto, requer afinidade com a área. A preocupação excessiva com o vestibular e a precocidade da escolha da área profissional pode trazer uma série de consequências para os alunos ingressantes, como por exemplo a evasão dos alunos ou o prolongamento do tempo de formação do curso, sobretudo no caso das Engenharias. Utilizando os dados do requerimento de inscrição do vestibular da UFF 2011 e do questionário sociocultural, este trabalho teve como objetivo estabelecer a associação entre características demográficas, socioeconômicas e culturais e a escolha pela área de engenharia, relativamente às demais áreas de ciências exatas, e áreas de ciências humanas e biológicas. Para tanto, utilizou-se o Modelo de Regressão Logística Multinomial. A partir dos resultados do estudo, verificou-se maior chance de escolher as áreas de Engenharia, entre os candidatos do sexo masculino, com faixa etária de 15 a 19 anos, com motivação financeira, filhos de pais mais escolarizados (nível superior ou pósgraduação), com maior renda mensal familiar (mais de 10 salários mínimos versus até 3 salários mínimos) e que concluíram o ensino médio nos anos de 2009 ou 2010. Conclui-se, portanto, que os candidatos que optaram pelas áreas de Engenharia tendem a ser candidatos mais jovens e que concluíram o ensino médio próximo ao ano de realização do vestibular da UFF 2011. Além disso, o salário é um fator preponderante para a escolha das áreas de Engenharia, mas também outros fatores são levados em consideração, como por exemplo, o fato de não trabalhar e domínio de língua estrangeira. Diante da complexidade acerca da escolha profissional, ressalta-se a importância da orientação profissional, desenvolvida por equipe multiprofissional qualificada em escolas do ensino médio, a fim de identificar as características peculiares dos alunos, auxiliando-os em suas escolhas profissionais.
Palavras-chave: Áreas de engenharia. Vestibular da UFF 2011. Modelo de regressão logística multinomial.
if 1 02 511559

Orientador: José Rodrigo de Moraes

JULIA MARIA PASSOS JOAQUIM. Análise do projeto Jovem de Futuro nas escolas do Estado do Rio de Janeiro

Resumo: O Jovem de Futuro é uma proposta que visa mobilizar alunos, professores e famílias em torno de metas para um mesmo objetivo: garantir que os jovens entrem, permaneçam, tenham um bom desempenho e terminem o Ensino Médio. O objetivo deste trabalho é analisar os impactos do Projeto Jovem de Futuro nas escolas do Rio de Janeiro que receberam o apoio do projeto nos anos de 2010 a 2012. O banco de dados deste trabalho foi coletado pelo Instituto Unibanco nos três anos do projeto. A partir desses dados foi construída uma base de dados em painel onde i representa o aluno das escolas de tratamento e controle, t representa o tempo, antes e depois do projeto e T representa se a escola sofreu ou não a intervenção. Foi utilizado o Modelo de Diferenças em Diferenças (DD) e estimado através do método de Mínimos Quadrados Ordinários no software Gretl. Entre os principais resultados encontrados neste estudo verificou-se que quando analisada a relação entre o impacto do programa e os recursos alocados o recurso que mais contribuiu para a melhoria do desempenho dos alunos, seja em Português ou Matemática, foi o incentivo aos alunos. Verificou-se que o desempenho médio dos alunos aumentou em 17 pontos na escala Saeb, em média, para Matemática e em 32 pontos na escala Saeb, em média, para Português, nas escolas tratadas no último ano de avaliação.
Palavras-chave: Ensino Médio. Modelo de diferenças em diferenças. Projeto Jovem de Futuro. 
if 1 02 511559

Orientadora: Márcia Marques de Carvalho

KEILANE ALVES PEREIRA. Associação entre a não realização do exame preventivo de câncer do colo de útero e características socioeconômicas, demográficas, comportamentais e de saúde da mulher usando regressão logística binária

Resumo: O câncer do colo do útero é um dos cânceres mais incidentes na população brasileira, podendo ser curável se diagnosticado no inicio. Assim a realização do exame preventivo para câncer do colo do útero (Papanicolaou) é uma das formas mais eficazes para o controle da doença, além de ser de baixo custo. Este trabalho buscou estabelecer associação entre a não realização do Papanicolaou e características socioeconômicas, demográficas, comportamentais e de saúde da mulher, usando o modelo de regressão logística binária. Os dados utilizados são da PNAD 2008, que é uma pesquisa amostral complexa realizada pelo IBGE. Entre os resultados de estudo, verificou-se uma maior chance de não realização do exame Papanicolaou para mulheres residentes na região Centro-Oeste (em relação ao Norte), na área rural, menos escolarizadas, com menores rendimentos domiciliares, que não praticam atividade física, para mulheres que nunca fumaram (em relação as ex-fumantes) e para mulheres sem nenhuma doença crônica (em relação a 3 ou mais doenças crônicas). Além disso, observou-se que a ausência de plano de saúde, a não realização de consulta médica, e do exame de mamografia, e o fato de não ter filho estão significativamente associadas com a chance da não realização do exame Papanicolaou. Estes resultados mostram a necessidade de sensibilizar determinados grupos de mulheres sobre a importância da realização de exames como o Papanicolaou, por meio de educação em saúde, e de universalizar o acesso aos serviços de saúde. Além disso, observa-se a importância de investir na capacitação profissional de atenção primária, e agilizar o diagnostico tanto na rede pública quanto na rede privada. 
Palavras-chave: Saúde da Mulher. Câncer de colo do útero. Exame Papanicolaou. Modelo logístico binário. Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD) 2008.if 1 02 511559

Orientadora: Luz Amanda Melgar Santander

Coorientador: José Rodrigo de Moraes

LUCAS MARTINS DE MATTOS. Perigo aviário no Estado do Rio de Janeiro (aplicação do método da análise de homogeneidade — HOMALS)

Resumo: Com o aumento da prática aérea, ocorrências de colisões, quase colisões e avistamento entre aeronaves e aves estão se tornando cada vez mais comuns no Brasil. Com o intuito de minimizar a frequência dos acidentes aeronáuticos foi criado em 1971 o Centro de Investigação e de Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (CENIPA). Dentre os relatórios de ocorrência do CENIPA existe a ficha CENIPA 15, formulário básico para o registro dos eventos de Perigo Aviário que alimenta o banco de dados do SIPAER (Sistema de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos). O presente trabalho objetivou avaliar aspectos do risco aviário que possam mitigá-lo, buscando descrever as principais características no espaço aéreo do estado do Rio de Janeiro, utilizando a técnica da Análise de Homogeneidade (HOMALS) em modelos multidimensionais, relacionar registros do banco de dados do SIPAER, no Estado do Rio de Janeiro, no período de 2011 a 2013 que possam explicar e sugerir a minimização do risco aviário. Com o intuito de mensurar o risco envolvido nas ocorrências, foi proposta uma matriz de risco operacional para avaliar individualmente cada evento, cada aeródromo e cada espécie.
Palavras-chave: Risco aviário. Colisões com aves. Matriz de risco. CENIPA.
if 1 02 511559

Orientador: Licinio Esmeraldo da Silva

LUCIANA MOURA MARTINS COSTA. Os efeitos da exposição ao PM2,5 nos trimestres gestacionais sobre o baixo peso ao nascer em Porto Velho

Resumo: O peso ao nascer é um fator determinante para a sobrevivência infantil, pois a probabilidade de morte ao nascer ou em seu primeiro ano de vida é maior em crianças com baixo peso. O estudo do baixo peso ao nascer (BPN) como um indicador de saúde vem se tornando alvo de muitos estudos e pesquisas, não só como um instrumento de comparação como também para determinar as possíveis causas e tomar medidas preventivas. A poluição atmosférica tem ocasionado diversas mortes por câncer de pulmão e eleva os riscos de doenças respiratórias. O BPN na Amazônia brasileira foi pouco estudado, sobretudo no que se refere aos efeitos da poluição atmosférica devido às queimadas. No entanto, sabe-se que nesta população a exposição aos poluentes atmosféricos têm efeitos na mortalidade e na internação hospitalar, principalmente nos grupos mais vulneráveis como as crianças. O objetivo desse trabalho é avaliar os efeitos da poluição atmosférica no BPN de crianças nascidas de mães residentes no município de Porto Velho (RO) com base nos dados fornecido pelo Sistema de Informação de Nascidos Vivos (SINASC) e pela estação de monitoramento de poluentes atmosféricos implementada pelo projeto FAPESP/AERO CLIMA. A variável resposta deste trabalho foi o BPN. As variáveis explicativas investigadas se referem `as características sócio demográficas, fisiológicas, características do parto e fatores ambientais. Para a análise foi proposto o Modelo de Regressão Logística. Os efeitos da poluição foram estimados separadamente para cada trimestre gestacional. No ajuste dos dados foram propostos 4 modelos para explicar o BPN segundo as variáveis do SINASC. O melhor modelo foi escolhido com base na analise de resíduos. O ajuste foi feito para a exposição do poluente PM2.5 cada trimestre gestacional, porem nenhum foi significativo assim como as categorias de 1 a 3 e 4 a 6 consultas pré-natais. Escolhemos analisar o modelo ajustado para o segundo trimestre gestacional, pois as razões de chances (RC) foram semelhantes para os três modelos. Estado civil (Casada ou consensual: RC=1,52; IC95% =(1,20;1,94); Outros: Referencia); Numero de consultas pré-natal (Nenhuma: RC=1,76; IC95% =(1,09;2,84); 1 a 3: RC=1,44; IC95% =(0,98;2,12); 4 a 6: RC=1,26; IC95% =(0,96;1,64); 7 ou mais: Referencia); Método do parto (Normal: Referencia; Cesáreo: RC=1,42; IC95% =(1,11;1,79)); Sexo do bebê (Masculino: Referencia; Feminino: : RC=1,68; IC95% =(1,32;2,14)); Primeiro Filho (Sim: Referencia; Não: RC=1,48; IC95% =(1,17;1,89)); Nível do poluente PM2.5 (RC=0,93; IC95% =(0,14;0,93)). A partir desses resultados, podemos concluir que os determinantes do BPN são: estado civil, consultas pré-natais (nenhuma), método do parto, sexo do bebê, primeiro filho no município de Porto Velho.
Palavras-chave: Baixo peso ao nascer. Poluente PM2:5. Modelo de regressão logística. Amazônia. Porto Velho. 
if 1 02 511559

Orientadora: Ludmilla da Silva Viana Jacobson

Coorientador: Jony Arrais Pinto Junior

Fechar Todos

2014 – Defesas no Segundo Semestre Letivo

Escondido

Your content goes here. Edit or remove this text inline or in the module Content settings. You can also style every aspect of this content in the module Design settings and even apply custom CSS to this text in the module Advanced settings.

DAIANE MARTINS GRUGEL. Estudo de dependência de extremos via teoria de cópulas

Resumo: A maior parte das pesquisas investiga a ocorrncia de extremos apenas com relação à maior estatística de ordem, todavia, verifica-se que a segunda maior observação também se caracteriza como um evento extremo, principalmente em períodos em que existe aumento da frequêencia de ocorrência dessas observações. Este trabalho consiste em estudar a teoria de cópulas – e algumas aplicações em exemplos práticos – e a teoria dos valores extremos, sobretudo, o comportamento da dependência entre os dois maiores eventos, mais especificamente, capturar a relação de dependência não-linear entre as variáveis, utilizando o conceito de cópulas. Ou seja, estudar a estrutura de dependência para as duas maiores estatísticas de ordem (entre o máximo e a segunda maior). Além da apresentação do desenvolvimento algébrico da LTDC para a cópula bi-extremal, mostrou-se que para o caso bivariado as duas maiores estatísticas de ordem de uma determinada sequência de variáveis aleatórias contínuas i.i.d. padronizadas por constantes afins são independentes quando a imagem da variável geradora do processo converge.
Palavras-chave: Cópulas. Teoria dos valores extremos. Cópula bi-extremal. Estrutura de dependência.
if 1 02 511559

Orientador: Marco Aurélio dos Santos Sanfins

GABRIEL DE AGUIAR MENDONÇA. Análise do impacto da histerectomia e das condições socioeconômicas na saúde autorreferida das mulheres no Brasil

Resumo: O número de histerectomias vem aumentando gradativamente em todo o mundo. Embora esta cirurgia represente a possibilidade real de cura da patologia, pode trazer também repercussões negativas para a vida das mulheres. Com base nos dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios 2008, usando modelo logístico multinomial, o presente trabalho avaliou a associação entre a histerectomia e a saúde autorreferida de mulheres de 25 anos ou mais de idade, controlando para características demográficas, socioeconômicas, comportamentais e de saúde. Entre os resultados do trabalho, verificou-se que as mulheres submetidas à histerectomia reportam pior estado de saúde, comparativamente às mulheres que não realizaram esta cirurgia. Outros fatores também se mostraram associados com uma pior autoavaliação de saúde das mulheres, como: sedentarismo, fumo, não realização de exames preventivos, utilização de medicamentos de uso continuo, não possuir plano de saúde, faixas etárias elevadas, baixos níveis de escolaridade e renda, residirem nas regiões menos desenvolvidas do país, assim como morarem em domicílios classificados como inadequados em termos de infraestrutura de serviços sociais básicos. Quanto à histerectomia, o resultado da associação encontrada com a autoavaliação de saúde indica o impacto emocional e a interferência da cirurgia de remoção do útero na vida social das mulheres. Em função das barreiras de acesso aos serviços de assistência à saúde, ressalta-se a necessidade de desenvolver políticas sociais e de saúde, sobretudo para aquelas com baixos níveis socioeconômicos, bem como programas voltados para prevenção e diagnóstico de doenças no útero, inclusive o câncer, a fim de evitar a necessidade de realização de histerectomia.

Palavras-chave: Autopercepção de saúde. Qualidade de vida. Histerectomia. PNAD. Saúde da mulher. Modelo logístico multinomail. Amostragem complexa.if 1 02 511559

Orientador: José Rodrigo de Moraes

JULIANA CHAVES GIGLIO. Recomendação de filmes utilizando filtragem colaborativa

Resumo: O número de páginas da Web destinadas à oferta de produtos a consumidores vem aumentando a cada dia mais com a expansão da Internet. Estas ofertas podem ser tanto de produtos materiais, como venda de objetos, roupas, eletrodomésticos, etc, como também de produtos conceituais, como oferta de artigos, filmes, músicas. Com esse aumento, a quantidade de informação sobre as preferências dos usuários também aumentou muito. Para que os sites consigam otimizar o número de procura de produtos, e consequentemente aumentar o número de usuários que os adquirem, é necessário saber utilizar estas informações a seu favor, e para isso foram criadas técnicas de recomendações de itens a usuários, os Sistemas de Recomendação. Cada um destes sistemas opera de uma maneira diferente, observando conjuntos de características dos bancos de dados. Neste trabalho utilizamos o Sistema de Recomendação chamado Filtragem Colaborativa, que recomenda itens a usuários com base na similaridade, que pode ser tanto entre usuários quanto entre itens. A partir de um banco de dados onde usuários avaliaram com notas uma lista de filmes assistidos, ocultamos algumas destas notas para que fossem utilizados os diversos desdobramentos desta metodologia e posteriormente avaliamos a qualidade de cada desdobramento, com base na comparação das notas reais com as preditas e no poder do sistema de identificar quais filmes os usuários gostariam para assim recomendá-los. Também comparamos formas diferentes de fazer estas avaliações. Foi possível perceber que considerando a similaridade entre filmes a notas foram mais bem estimadas, porém obtivemos melhores resultados para a recomendação considerando a similaridade entre usuários. Também notamos que cada forma de utilização testada da Filtragem Colaborativa possui seus pontos positivos e negativos, e a melhor forma de escolher qual abordagem deve ser utilizada é priorizando as características de interesse que se destacaram para cada uma delas.
Palavras-chave: Filtragem colaborativa. Sistemas de recomendação.
if 1 02 511559

Orientadora: Jessica Quintanilha Kubrusly

Coorientador: Jony Arrais Pinto Junior

NADINE MELLONI NEUMANN. Sistemas de filas: métodos de simulação e métodos analíticos

Resumo: As filas são fenômenos que acontecem a todo o momento em nossos dias. Na teoria de filas, duas classes de métodos podem ser aplicadas para análise de problemas ligados aos sistemas de filas: métodos de simulação e métodos analíticos. O objetivo deste trabalho é comparar essas duas classes de métodos de análise. Serão comparados os resultados de algumas medidas de performances para três modelos, que serão apresentados ao longo deste trabalho, obtidas através da simulação via Cadeias de Markov e através do PDQ (Pretty Damn Quick), pacote disponível no software estat´ıstico R que resolve analiticamente problemas ligados a sistemas de filas. Também será mostrado através de processos de nascimento e morte e Jackson Networks como o PDQ calcula essas medidas de performances.
Palavras-chave: Filas. Simulação. Cadeias de Markov. PDQ. Processos de nascimento e morte. Jackson networks.
 if 1 02 511559

Orientador: Valentin Sisko

NATAN SANT'ANNA BORGES. Simulação do Funcionamento de uma Casa Lotérica

Resumo: Este trabalho se baseia no exemplo de um sistema de uma casa lotérica para o qual é proposto o uso de Teoria da Decisão e algoritmos de otimização para maximizar a esperança da função utilidade que define o sistema, a fim de determinar o número ideal de funcionários para um bom funcionamento da casa lotérica. Para resolver o problema da maximização da utilidade esperada sob uma perspectiva Bayesiana, o principal método utilizado se baseou na geração de amostras de uma distribuição artificial, definida a partir da função de utilidade, utilizando o método de Monte Carlo via Cadeias de Markov para encontrar uma solução ótima do problema.
Palavras-chave: Teoria da Decisão. Função de utilidade. Maximização da utilidade esperada. Monte Carlo via Cadeias de Markov.
if 1 02 511559

Orientadora: Mariana Albi de Oliveira Souza

SÉRGIO FELIPE ABREU DE BRITTO BASTOS. Teorema de Wilks: uma abordagem teórica e assintótica via simulação de Monte Carlo

Resumo: No contexto de Modelos Lineares Generalizados, a seleção do modelo é parte fundamental de qualquer análise estatística. Atualmente existem várias técnicas para se fazer tal seleção. Dentre estas, os Testes de Hipóteses sobre os parâmetros do modelo ganham destaque. Neste contexto surgem os testes conhecidos como The Holy Trinity, dos quais se destaca o Teste da Razão de Verossimilhança que é largamente utilizado. A estatística deste teste e a sua respectiva distribuição assintótica foi estudada por Wilks no Teorema que leva o nome dele. Neste trabalho, foi estudado o Teorema de Wilks de forma teórica e apresentada uma demonstração deste para o caso de a hipótese nula ser simples, isto é, quando testa-se um único valor do parâmetro. O resultado do Teorema é válido quando o tamanho da amostra tende a infinito. Nas simulações feitas pelo Método de Monte Carlo, foi investigado para quais tamanhos de amostra este resultado é válido para algumas situações do Modelo de Poisson. Isto foi verificado estimando a probabilidade do erro tipo I do teste, cuja região crítica é pré-fixada usando o Teorema, e comparando-a com o nível de significância do teste.
Palavras-chaveDeviance. Teste da razão de verossimilhança. Teorema de Wilks. Simulação de Monte Carlo. Análise assintótica. 
if 1 02 511559

Orientador: Valentin Sisko

Fechar Todos