2016 – Defesas no Primeiro Semestre Letivo

Escondido

Your content goes here. Edit or remove this text inline or in the module Content settings. You can also style every aspect of this content in the module Design settings and even apply custom CSS to this text in the module Advanced settings.

IGOR PINTO CAVALCANTE. Uso de Clusterização Hierárquica na Abordagem Singular Spectrum Analysis para Modelagem e Previsão de Séries Temporais de Consumo de Energia Elétrica

Resumo: O consumo de energia elétrica entre as pessoas, empresas e indústrias tende a se tornar cada vez maior devido ao avanço tecnológico, o crescimento da população e a ascensão dos países emergentes. Para atender esta demanda, o desenvolvimento de novas técnicas capazes de prever com uma melhor acurácia o consumo de energia elétrica se faz necessário. Singular Spectrum Analysis (SSA) é um método em estatística que pode, entre outras coisas, filtrar séries temporais eliminando sua componente ruidosa melhorando a acurácia da previsão. Este projeto propõe a filtragem de uma série temporal de consumo de energia elétrica usando a Clusterização Hierárquica na fase de agrupamento na abordagem SSA. Na ocasião, o software R é utilizado na escolha do número de clusters e filtragem SSA. O poder preditivo das modelagens nas abordagens de Holt-Winters e de Box & Jenkins é medido através das estatísticas de aderência Mean Absolute Percentage Error (MAPE), Root Mean Squared Error (RMSE), Bayesian Information Criterion (BIC) e R2. Os resultados obtidos mostram que a utilização da filtragem SSA proporciona um ganho preditivo à modelagem e que ao utilizar a clusterização hierárquica, a utilização de três clusters obtém o melhor desempenho e que, neste contexto, a escolha do modelo de Box & Jenkins detém o melhor desempenho na modelagem e previsão de consumo de energia elétrica. Tais resultados corroboram para a utilização destes modelos no auxílio do planejamento energético do país.
Palavras-chave: Consumo de energia elétrica. SSA. Clusterização hierárquica. Modelagem. Previsão.
 if 1 02 511559

Orientador: Moisés Lima de Menezes

JOÃO MARCOS AMORIM DOS SANTOS. Modelagem e Previsão de Séries Temporais de Precipitação Pluviométrica sob as Abordagens Singular Spectrum Analysis e Multi-channel Singular Spectrum

Resumo: A previsão de precipitações pluviométrica é uma importante ferramenta no auxílio ao planejamento de ações e projetos. Prever o volume pluviométrico se tornou essencial dado a relação da chuva com o ambiente em que vivemos, seja pela relação deste índice com a mobilidade urbana, agricultura, inundações, erosões, usinas hidrelétricas. Gerar modelos preditivos de precipitação pluviométrica tem se tornado cada vez mais necessário, mediante as necessidades do crescimento global. Em pleno século XXI tem-se ouvido falar sobre a necessidade de produção de energia limpa (ex. Usinas hidrelétricas), melhor aproveitamento da água, dado que algumas populações têm sofrido com racionamento de água dado o baixo volume dos reservatórios. Todos esses projetos dependem de previsões de precipitação pluviométrica, e poder gerar modelos com melhor acurácia tem grande valor para esses projetos. Dentre as maneiras de se melhorar a acurácia de previsões, tem-se a filtragem das séries, dentro das filtragens existem 2 métodos, Singular Spectrum Analysis (SSA) e Multi-channel Singular Spectrum Analysis (MSSA). Este estudo teve o objetivo de filtrar 5 séries de precipitação pluviométrica, cada uma de uma região brasileira, e criar modelos preditivos de Holt-Winters e Box-Jenkins, tanto para as séries sem filtro e para as séries filtradas pelos métodos SSA e MSSA, comparar as estatísticas de aderência destes modelos, verificar se de fato a filtragem melhorou a acurácia da previsão, e se a metodologia MSSA é melhor que a SSA ou ambas têm pouca diferença nos resultados quando comparadas. Os resultados deste estudo mostram que realizar a filtragem das séries seja pelo método SSA ou MSSA melhorou muito a acurácia do modelo, em todas as estatísticas de aderência pode-se observar a melhora dos valores quando a série passou por um dos filtros. Comparando os dois métodos de filtragem, SSA e MSSA, observou-se que o método MSSA se apresentou melhor na maioria das estatísticas de aderência comparado ao SSA, porém essa diferença entre ambos não foi muito grande. A conclusão deste trabalho mostra que aplicar a filtragem SSA ou MSSA pode gerar melhores previsões, que podem ser usadas em diferentes projetos hídricos.
Palavras-chave: Precipitação pluviométrica. Séries temporais. Singular Spectrum AnalysisMulti-channel singular spectrum analysis. Filtragem. Modelagem. Box-Jenkins. Holt-Winters. 
if 1 02 511559

Orientador: Moisés Lima de Menezes

REBECCA DE OLIVEIRA SOUZA. Modelagem do nível de dor e estresse de recém-nascidos internados em UTI neonatal utilizando um modelo hierárquico Bayesiano com dados longitudinais

Resumo: Bebês prematuros internados em unidades de terapia intensiva neonatais (UTIN) são constantemente submetidos a estresse e dor como consequência da própria internação. Enfermeiros dessas unidades dispõem de medidas para avaliar o nível da dor causada por procedimentos dolorosos e estressantes para os neonatos. Estes mesmos enfermeiros podem adotar algumas intervenções para minimizar a dor. Diante disto, esse trabalho foi proposto com o objetivo de avaliar e comparar as intervenções glicose oral 25%, sucção não nutritiva e a combinação dessas duas intervenções no trato da dor antes, durante e após a punção do calcanhar além de investigar quais os fatores que explicariam o escore de dor dos neonatos. Os dados são provenientes de um ensaio clínico realizado na UTIN da Universidade Federal do Rio de Janeiro, com bebês com idade gestacional entre 29 e 36 semanas completas. Foram realizados testes de hipóteses e ajustados modelos de regressão linear Bayesianos hierárquicos que consideram a existência de dados observados em vários instantes de tempo. Para o controle das respostas comportamentais, saturação de oxigênio e escore de dor, as intervenções glicose oral 25% e sucção não nutritiva foram mais efetivas combinadas do que quando aplicadas separadamente. O tempo de choro foi melhor controlado pela intervenção glicose oral 25% e a frequência cardíaca máxima pela sucção não nutritiva. As intervenções combinadas foram capazes de reduzir os escores de dor, a partir de 1 minuto e 30 segundos após a punção do calcanhar, aos escores de dor quando os neonatos estavam em repouso (valor-p = 0,9765). Nenhum fator considerado foi estatisticamente significativo para explicar o escore de dor. Sugere-se que o trato da dor é de extrema importância para o conforto e consequentemente para o desenvolvimento sadio desses bebês.
Palavras-chave: Estresse neonatal. Cuidados na UTIN. Dor dos recém-nascidos pré-termo. Dados logitudinais. 
if 1 02 511559

Orientador: Luis Guillermo Coca Velarde

ROSANA GAYER CARVALHO. Análise do grau de dificuldade na locomoção dos idosos no Brasil utilizando o modelo de chances proporcionais parciais

Resumo: A manutenção da saúde e da capacidade funcional na fase idosa é uma preocupação central no campo da saúde pública, tendo em vista os problemas gerados pela incapacidade funcional que afetam tanto o idoso quanto os seus familiares. A incapacidade funcional é definida pela dificuldade ou pela necessidade de ajuda na realização das tarefas básicas do cotidiano ou de tarefas mais complexas. Utilizando os dados de uma pesquisa com plano amostral complexo, denominada Pesquisa Nacional de Saúde 2013, este trabalho tem como objetivo analisar o grau de dificuldade na locomoção dos idosos no Brasil e estabelecer a sua associação com um conjunto de variáveis sociodemográficas e de saúde dos idosos de 60 anos ou mais de idade. Foi utilizado o modelo de regressão logística ordinal, também denominado modelo de chances proporcionais parciais, onde a variável resposta do modelo contém três categorias mutuamente exclusivas que representam diferentes graus de dificuldade na locomoção do idoso: “grave”, “no máximo moderado” e “nenhum”. Para o ajuste do modelo, foram considerados os pesos amostrais e as informações estruturais do plano amostral da pesquisa. Usando o teste de Wald, verificou-se que as seguintes variáveis apresentaram associação significativa com o grau de dificuldade na locomoção dos idosos, a um nível de significância de 5%: faixa-etária, situação conjugal, região de residência, nível de escolaridade, autoavaliação geral de saúde e diagnóstico de alguma doença crônica, física ou mental. Observou-se maior grau de dificuldade entre idosos mais velhos, não casados, sem instrução, residentes na região Sul e que reportaram pior estado de saúde. Além disso, observou-se que os idosos com diagnóstico de alguma doença crônica, física ou mental têm chance 64,5% maior de apresentar algum grau de dificuldade na locomoção (no máximo moderado ou grave), comparativamente aos idosos sem diagnóstico dessas doenças (OR=1,645; p-valor<0,001). Desse modo, é preciso garantir o atendimento das demandas específicas da população idosa e a realização de políticas públicas eficientes, a fim de contribuir para um envelhecimento populacional saudável, evitando assim uma saúde precária e a incapacidade funcional.
Palavras-chave:  Regressão logística ordinal. Pesquisa Nacional de Saúde. Idoso. Grau de dificuldade na locomoção. Qualidade de vida.
if 1 02 511559

Orientador: José Rodrigo de Moraes

TIAGO DE SALES BERNARDO. Avaliando a Qualidade da Previsão de Vazão de Afluentes de Acordo com a Escolha dos Parâmetros na Abordagem Singular Spectrum Analysis

Resumo: É difícil imaginar como seria a vida das pessoas, nos dias de hoje, sem a presença da energia elétrica. Hábitos comuns como: assistir programas nas TV’s, recarregar celulares ou notebooks, aquecer água na hora do banho, se deslocarem em elevadores entre outras, não seriam possíveis sem o uso da eletricidade. Para se ter energia elétrica em casa e poder usufruir de todos os benefícios citados anteriormente há um longo caminho a ser precorrido que começa a ser trilhado a partir da fonte de geração. Porém, poucos tem a noção de como é produzida e o que é necessário para a geração de energia elétrica. E uma das maneiras de geração de energia elétrica é através das Usinas Hidrelétricas(UH), essas que utilizam a água como principal matéria prima. Dessa forma, faz-se necessário fazer previsões da vazão de afluentes aos reservatório de geração de energia elétrica. E modelar séries temporais para obter boas previsões é de extrema importância para que se possa ter um planejamento de acordo com a vazão dos afuentes. Este trabalho tem por finalidade modelar a série temporal de vazão de afluente da usina hidrelétrica Governador Bento Munhoz da Rocha Netto a partir dos modelos clássicos Holt-Winters e Box & Jenkins. Além disso, são realizadas filtragens na série original, a partir da escolha de vários valores para os pares de parâmetros na abordagem Singular Spectrum Analysis, após isso as mesmas são modeladas via Holt-Winters e Box & Jenkins. Os modelos, tanto para a série original como para a série filtrada, são comparados através de estatísticas de aderência, de modo que o melhor modelo é aquele que minimiza os erros e que tenha a melhor capacidade preditiva. Os resultados mostram que para es sa séri e os modelos de Box & Jenkins apresentam uma maior capacidade preditiva, e que a filtragem melhora em muito esta capacidade e os melhores valores para os parâmetros L e D são: L=T/2 e D=L.
Palavras-chave:  Singular Spectrum Analysis. Modelagem. Filtragem. Séries temporais. Vazão de afluentes. Usina hidrelétrica.
if 1 02 511559

Orientador: Moisés Lima de Menezes

WELINGTON NOGUEIRA DE SOUZA. Fatores motivacionais da comunicação boca a boca no Facebook: curtir, compartilhar e/ou publicar conteúdos políticos e sociais

Resumo: O modelo de equações estruturais (MEE) é uma técnica que combina a regressão múltipla com a análise fatorial. Permite ao pesquisador não só avaliar as muito complexas inter-relações de dependência, mas também incorporar os efeitos dos erros de medidas sobre os coeficientes estruturais. Devido ao crescimento e a utilidade desta técnica nos dias de hoje, propõe-se neste trabalho uma aplicação do MEE. Com o objetivo de ajudar ao leitor a compreender esta técnica, sugere-se um exemplo prático de aplicação, no qual avalia o uso do Facebook como meio de influência na atividade política e social, o quanto essa ferramenta contribui para a construção ou desconstrução de imagens e na disseminação de ideias. Verificando os fatores que estimulam a comunicação boca a boca nesta rede social, os resultados mostraram como fator influenciador o Benefício Interpessoal, ou seja, a preocupação em conscientizar outras pessoas, manifestar satisfação ou insatisfação quanto aos temas políticos e/ou sociais e conversar sobre eles com pessoas na rede. O estudo também sugere que a ideologia política e a renda apresentam uma associação significativa com a comunicação boca a boca. De acordo com os resultados apresentados, são discutidas as implicações teóricas, práticas e sugestões para futuros estudos.

Palavras-chave: Facebook. Comunicação boca a boca. Políticos sociais. Equações estruturais. Variáveis latentes.if 1 02 511559

Orientadora: Ludmilla da Silva Viana Jacobson

WILLIAN ALECSANDER FARIAS COSTA. Recomendação de Filmes Utilizando Filtragem Colaborativa

Resumo: Com o crescimento da Internet, uma grande quantidade de pessoas buscam rapidez e eficiência na pesquisa, na compra e na aquisição de produtos e serviços que são disponibilizados na Web. Para aumentar a capacidade de indicação de itens para usuários, surgem os Sistemas de Recomendação. Uma das técnicas mais conhecidas para se recomendar itens é a Filtragem Colaborativa, que será usada neste trabalho para comparar 8 diferentes abordagens oriundas desta técnica. O objetivo desta comparação será observar qual ou quais abordagens apresentam os melhores resultados para a recomendação de filmes para telespectadores. As 8 abordagens foram formadas a partir da combinação de escolhas da Filtragem Colaborativa. Entre elas estão: o tipo de semelhança adotado, usuário ou item; a escala de avaliação; e a forma de definição do grupo de semelhança, por número fixo ou constante de similaridade. Verificou-se um resultado ineficiente para as 8 abordagens, devido ao alto índice de recomendação, mesmo para filmes não relevantes, ocasionando uma baixa Especificidade para todas as abordagens. Apesar do resultado ruim, a Abordagem 5, que leva em conta a semelhança entre itens, escala Likert e o número fixo de itens para a definição do grupo, apresentou melhor desempenho. A fim de melhorar o desempenho do método, foi formulada uma análise de sensibilidade, que buscou escolher melhor os parâmetros. A análise de sensibilidade indicou valores a serem adotados para os parâmetros do modelo e, quando a Abordagem 5 foi rodada para tais parâmetros, os resultados se mostraram um pouco melhores.
Palavras-chave: Sistemas de recomendação. Filtragem colaborativa. Comparação de abordagens.
 if 1 02 511559

Orientadora: Jessica Quintanilha Kubrusly

Fechar Todos

2016 – Defesas no Segundo Semestre Letivo

Escondido

Your content goes here. Edit or remove this text inline or in the module Content settings. You can also style every aspect of this content in the module Design settings and even apply custom CSS to this text in the module Advanced settings.

ANDRINE MENDONÇA MOSCA. Análise espacial de dados de contagem por meio de um modelo autorregressivo condicional

Resumo: Com a crescente coleta de dados georreferenciados vivenciada nas últimas décadas, surge a necessidade da utilização de informação da localização geográfica na modelagem dos mais diversos fenômenos científicos, principalmente quando o fenômeno de interesse é estudado em uma região com uma grande heterogeneidade espacial. O foco deste trabalho é no ramo da Estatística Espacial conhecido como Dados de Área. Desta forma, foi analisado um banco de dados contendo o número de óbitos por álcool nas Unidades Federais do Brasil, considerando como variáveis regressoras o sexo do indivíduo e a faixa etária em que está incluso (se possui menos de 30 anos de idade ou se possui 30 anos ou mais de idade). Para isto, foram comparados três modelos segundo o critério DIC, para decidir qual se ajusta melhor a estes dados. O modelo 1 não assume dependência espacial estre as regiões; já o modelo 2, assume dependência espacial por meio de uma priori CAR (Besag et a l., 199 1 [6]); e, por fim, o modelo 3, que assume tanto independência, quanto dependência espacial (esta última também por meio de uma priori CAR). O terceiro modelo foi dividido em três versões (3*, 3** e 3***), devido a resultados não muito satisfatórios obtidos no ajuste do mesmo. Em relação aos resultados, os parâmetros α1 e α2, associados, respectivamente, ao sexo e faixa etária, apresentam estimativas pontuais positivas, o que mostra que, de acordo com este estudo, o fato do indivíduo ser do sexo masculino e ter 30 anos ou mais de idade, aumenta o número de óbitos por ingestão de bebidas alcóolicas. Além disso, concluiu-se que os modelo 3* e 3** apresentam menor variabilidade dos efeitos espaciais u e b. Segundo o critério DIC, o modelo 3**, que possui os dois tipos de efeitos aleatórios (com dependência espacial e com independência), e que considera fixa a precisão dos efeitos que assumem dependência espacial (com priori CAR), é o melhor para ajust ar os da dos. Neste projeto utilizou-se uma abordagem completamente Bayesiana. Toda a metodologia foi implementada no software livre R e OpenBUGS.
Palavras-chave: Estatística espacial. Inferência bayesiana. Dados de área. Modelo car.
if 1 02 511559

Orientador: Jony Arrais Pinto Junior

BRUNO LEONARDO DOS SANTOS NOBREGA. Comparando o poder preditivo de processos de Cox log-Gaussianos: uma abordagem via WAIC e validação cruzada

Resumo: Uma fase muito importante em qualquer análise estatística trata-se da escolha do modelo a ser utilizado. Muitos autores têm discutido a difícil tarefa de selecionar modelos tanto do ponto de vista frequentista quanto Bayesiano. Dentre os métodos mais utilizados pode-se citar o fator de Bayes e os critérios AIC, BIC, DIC, entre outros. Este projeto tem por objetivo estudar e comparar critérios para a seleção de modelos de Cox log-Gaussianos para padrões de pontos com base em métodos preditivos, isto é, o modelo M preferível será aquele que consegue prever melhor observações futuras geradas de um mesmo processo que os dados originais. O entendimento destas técnicas no contexto de dados georreferenciados é de extrema importância, uma vez que possibilitarão a escolha de um modelo parcimonioso com alto poder preditivo, permitindo que políticas públicas de saúde e segurança, por exemplo, sejam adotadas, uma vez que padrões de pontos de sinistros de veículos e óbitos por doenças infecciosas, como o HIV, em um município seriam típicos problemas tratados neste contexto. Das técnicas estudadas, se incluem critérios básicos propostos, obtendo-lhes por cálculos sobre a distribuição preditiva e outros critérios existentes na literatura como WAIC, LOO e K-fold. Neste projeto pretende-se utilizar uma abordagem completamente Bayesiana. Toda a metodologia será implementada no software livre R e OpenBUGS, com todos os resultados obtidos via estudos com dados simulados, tornando possível verificar se os critérios recuperam bem o modelo original gerador dos dados.
Palavras-chave: Padrões de pontos. Comparação. Poder preditivo.
if 1 02 511559

Orientador: Jony Arrais Pinto Junior

CARLA CRISTINA PASSOS CRUZ. Mineração de textos: um estudo de caso com dados do Twitter

Resumo: No trabalho, realizamos um estudo de caso em Mineração de Textos com dados do Twitter. Foram extraídos 750 (setecentos e cinquenta) textos de 15 (quinze) contas, divididas em 5 (cinco) temas: esportes, política, moda, viagem e turismo e ciência e tecnologia. Para isso, foi utilizada a Análise de Conglomerados e o método adotado foi o hierárquico de Ward. Como resultado foram encontrados 13 (treze) conglomerados. Observou-se que a grande maioria dos conglomerados ficou com textos de um único tema e apenas 2 (dois) deles apresentaram textos em temas variados. Toda a análise foi feita utilizando o software R.
Palavras-chave: Mineração de textos. Análise de conglomerados. Método hierárquico de Ward. Twitter.
if 1 02 511559

Orientadora: Jessica Quintanilha Kubrusly

DANIEL DA SILVA OLIVEIRA. Teste da razão de verossimilhança via bootstrap em modelos não encaixados

Resumo: Um dos principais usos do Teste da Razão de Verossimilhança consiste em comparar modelos encaixados, ou seja, o modelo sob a hipótese nula é um caso restrito do modelo sob a hipótese alternativa. Neste contexto, a execução do teste transcorre de forma simples pois sob certas condições, a razão de verossimilhança, quando devidamente transformada, possui distribuição assintótica qui-quadrado sob a hipótese nula. Suponha agora uma comparação de modelos em que tais modelos são ditos separados ou não encaixados no sentido de que um membro arbitrário do primeiro não pode ser obtido como um limite de membros do outro. Em outras palavras, um dos modelos não pode ser obtido por meio de restrições ao espaço paramétrico do outro. Então, seria incorreto utilizar o teste da razão de verossimilhança da maneira usual para comparar os modelos, como discutido por Cox. Uma primeira alternativa seria, como apontado pelo autor citado, considerar uma transformação da estatística de teste da razão de verossimilhança que possui distribuição assintótica normal padrão. Aqui, investigaremos uma alternativa à proposta de Cox em que técnicas de bootstrap serão empregadas para se derivar a distribuição [em amostras finitas] da estatística do teste. O bootstrap permite implementar um teste de hipóteses em que poucas suposições são feitas sobre o mecanismo gerador dos dados e sem apelo à qualquer aproximação assintótica. Neste trabalho discutimos como utilizar o bootstrap para este fim. Através do método, comparamos os modelos contínuos Lognormal e Gama e os modelos discretos Poisson e Geométrica, e analisamos sua performance. Tais comparações, feitas por meio de simulações, geraram resultados satisfatórios. O teste utilizado consegue atingir [para as comparações tratadas] poder empírico alto e comparável aos obtidos pelo método de Cox.
Palavras-chave: Bootstrap. Comparação de modelos. Modelos não encaixados. Teste da razão de verossimilhança.
 if 1 02 511559

Orientador: Wilson Calmon Almeida dos Santos

DEYVID TOLEDO SANTIAGO DE ALMEIDA. Efeito da poluição atmosférica no pico de fluxo expiratório de escolares: uma aplicacão com dados de painel

Resumo: Diversos estudos mostram efeitos adversos da exposição a poluentes atmosféricos na saúde humana. O objetivo deste trabalho e avaliar os efeitos da poluição atmosférica, medida pelo material particulado inalável (PM10), no pico de fluxo expiratório (PFE) de crianças e adolescentes residentes no município de Rio Branco. Trata-se de um estudo de painel com medidas repetidas do PFE de 260 escolares com idades entre 6 e 15 anos, acompanhadas entre os meses de Agosto e Outubro de 2009. Na análise dos dados foram estimados Modelos Lineares Hierárquicos e Modelos de Regressão Linear. O ajuste do efeito da poluição foi a partir da metodologia Single Lag e do Modelo polinomial de defasagem distribuída. O modelo básico inclui as variáveis Sexo, Asma, Fumo domiciliar, Idade, Peso, Altura, medidas repetidas da Temperatura e Umidade Relativa. No modelo hierárquico, o ajuste da poluição pelo método Single Lag mostrou impacto no PFE do aumento de 10 unidades da polu ição, este impacto com respectivos intervalos de confiança de 95% foi de: -0,110l/min (-0, 419; 0, 198), -0, 610l/min (-0, 940;-0, 280), -0,587l/min (-0,909;-0,265), -0,193l/min (-0,599; 0,213), -0,571l/min (-1,014; -0,129), para as defasagens de 1, 2, 3, 4 e 5 dias da poluição, respectivamente. O ajuste da poluição pelo método do Modelo polinomial de defasagem distribuída mostrou impacto no PFE do aumento de 10 unidades da poluição, este impacto com respectivos intervalos de confianças de 95% foi de: -0,191l/min (-0,369;-0,012), -0,394l/min (-0,622;-0,167), -0,446l/min (-0,650;-0,241), -0,345l/min (-0,540;-0,150), -0,092l/min (-0,575; 0,389), -1; 306l/min(-2,006;-0,606), para as defasagens de 1, 2, 3, 4, 5 dias da poluição e efeito global, respectivamente. No modelo de Regressão Linear o ajuste da poluição pelo método Single Lag mostrou impacto no PFE do aumento de 10 unidades da poluição, este impacto com respectivos intervalos de confiança de 95% foi de:-1,62 8l\min ( -11,324; 8,067), -6,415l\min (-17,248; 4,417), -5,634l\min (-19,220; 7,951), -5,081l\min (-18,655; 8,492), 5,421l\min (-6,019; 16,862), para as defasagens de 1, 2, 3, 4 e 5 dias da poluição, respectivamente. Os resultados deste trabalho corroboram com a literatura e sugere que a exposição a poluição atmosférica como fator de risco para a saúde respiratória dos escolares.

Palavras-chave:  Pico de fluxo. Estudo de painel. Modelos hierárquicos. Modelo polinomial de defasagem distribuída. Amazônia. if 1 02 511559

Orientadora: Ludmilla da Silva Viana Jacobson

EDSON MELO MUNIZ. Avaliação nutricional de adultos no Brasil e sua associação com características sociodemográficas, comportamentais e de saúde

Resumo: O índice de massa corporal, embora não indique a composição corporal, é um indicador de avaliação nutricional que apresenta vantagens em estudo epidemiológicos, entre as quais pode-se mencionar a facilidade de cálculo e a sua relação com a morbimortalidade. Além de ser um método barato e não invasivo para avaliar o estado nutricional em estudos populacionais. Neste trabalho foi utilizado primeiramente o modelo logístico multinomial, usando os dados da PNS 2013, para explicar o IMC com três níveis (magreza, eutrofia, excesso de peso), entretanto foi necessário dicotomizar este desfecho. Assim o presente trabalho estabeleceu associação entre as características sociodemográficas, comportamentais e de saúde e a chance de excesso de peso em adultos. No ajuste do modelo, foram incorporados os pesos amostrais, estratos e conglomerados. Usando o teste de Wald de significância geral, verificou-se que sete variáveis explicativas estavam associadas significat ivamente com a chance de excesso de peso, considerando o nível de significância de 5%. Observou-se maior chance de excesso de peso entre adultos do sexo masculino, mais velhos (de 50 a 59 anos em comparação a faixa de 20 a 29 anos), com ocupação profissional, com nível de instrução médio ou superior incompleto (comparativamente ao nível superior completo ou pós-graduação) e entre adultos residentes em domicílios com esgotamento sanitário adequado. Além disso, há maior de chance de excesso de peso entre adultos não fumantes e com diagnóstico de alguma doença. Assim, destaca-se a necessidade de realização de ações voltadas, sobretudo, para promover mudanças comportamentais adequadas, a fim de prevenir doenças e promover a saúde.
Palavras-chave: Regressão logística multinomial. Regressão logística binária. Ííndice de massa corporal. Pesquisa Nacional de Saúde.
if 1 02 511559

Orientador: José Rodrigo de Moraes

GABRIEL RIBEIRO PIMENTEL. Um estudo sobre autoavaliação de saúde de idosos no Brasil utilizando modelo logístico multinomial

Resumo: A autoavaliação de saúde é um indicador que vem sendo utilizado em pesquisas de abrangência nacional que visam estabelecer diferenças de morbidade em subgrupos populacionais e comparar necessidades de serviços e recursos de saúde. Mesmo sendo de natureza subjetiva, estudos demonstraram que a autoavaliação de saúde é um indicador válido e considerado um importante preditor de morbidade e mortalidade. Neste trabalho foi utilizado o modelo de regressão logística multinomial, usando os dados da PNS 2013, para estabelecer a relação entre a autoavaliação de saúde do idoso e suas características sociodemográficas, comportamentais e de saúde. No ajuste do modelo, foram considerados os pesos amostrais e as informações estruturais do plano amostral da pesquisa (estratos e conglomerados). Usando o teste de Wald de significância individual, verificou-se que nove variáveis explicativas estavam associadas significativamente com o desfecho de autoavaliação de saúde, considerando o nível de significância de 5%. Observou-se maior chance de reportar saúde regular versus ruim (equação 1), entre idosos brancos, residentes na região Sudeste, com no máximo médio grau de dificuldade de locomoção e que possuem comportamento adequado. Do mesmo modo, observou-se maior chance de autoavaliação de saúde boa versus ruim (equação 2) entre idosos brancos, residentes na região Sudeste, que tem no máximo médio grau de dificuldade de locomoção e com comportamento adequado, além daqueles que possuem plano de saúde e que residem em domicílios adequados quanto à infraestrutura de serviços sociais básicos. Adicionalmente, a ausência de grau de dificuldade na locomoção foi o fator mais fortemente associado com a chance do idoso reportar melhor saúde. Assim, é preciso garantir a realização de políticas públicas adequadas, a fim de promover um envelhecimento populacional saudável, evitando uma saúde precária e um pior grau de mobilidade física.
Palavras-chave: Regressão logística multinomial. Saúde do idoso. Autoavaliação de saúde. Pesquisa Nacional de Saúde.
if 1 02 511559

Orientador: José Rodrigo de Moraes

PAOLA DA SILVA MARTINS. Imputação de dados faltantes

Resumo: É muito comum em pesquisas depararmos com dados faltantes que podem ter ocorrido por diferentes motivos, por razões aleatóorias ou não, como por exemplo, um erro de digitação ou um entrevistado que não responde uma pergunta pessoal. A razão para um dado ser faltante é chamada de Mecanismo de Dados Faltantes, que são caracterizados em três categorias diferentes: MCAR, MAR e MNAR. Esse trabalho apresenta alguns métodos de imputação desses dados faltantes, ou seja, maneiras de substituir o dado faltante por algum valor. Foram criados três bancos sintéticos completos e depois foram excluídos alguns valores para serem faltantes de acordo com os três mecanismos. Para cada um desses bancos com dados faltantes foi feita a imputação por métodos de Imputação Simples e Múltipla. Após a imputação foram feitas análises estatísticas a fim de comparar os resultados dessas análises com as do banco original e assim verificar qual desses métodos de imputação foi mais eficiente entre os testados. Esses resultados mostraram que o método de Imputação Múltipla pelo MICE foi bastante eficiente em dois bancos e ineficiente para o outro banco. Os bancos que o método de Imputação Múltipla MICE apresentou melhores resultados foram justamente aqueles em que as variáveis assumiram alguma dependência, já o banco em que as variáveis eram independentes o método de imputação com melhor resultado foi o método ingênuo.
Palavras-chave: Métodos de imputação. Mecanismos de dados faltantes. Imputação simples. Imputação múltipla. Método MICE.
if 1 02 511559

Orientadora:  Jessica Quintanilha Kubrusly

Coorientador: Joel Maurício Corrêa da Rosa

RANAH DUARTE COSTA. Modelo de equações estruturais aplicados à avaliação cognitiva: um estudo de caso em crianças ribeirinhas expostas ao mercúrio

Resumo: A modelagem de equação estrutural (MEE) é uma poderosa técnica estatística que permite ao pesquisador estudar o comportamento simultâneo de diversas variáveis em um modelo. Na área de saúde os modelos de equações estruturais têm sido bastante usados em estudos psicológicos. O presente trabalho tem como objetivo estimar modelos de equações estruturais para avaliar o efeito da exposição ao mercúrio sobre a cognição de crianças ribeirinhas, residentes na região da Amazônia Brasileira. Para análise foi utilizado o software R e seu pacote chamado lavaan. Trechos do código no R estão apresentados no trabalho para auxiliar o entendimento desse pacote. Para a aplicação do MEE foram usados dados do projeto “Avaliação de risco em comunidades potencialmente expostas ao mercúrio na bacia do Rio Madeira – RO”. Domínios cognitivos (memória, inteligência, atenção e função executiva e função motora) e variáveis indicadoras ligadas a características infantis e socioeconômicas foram incluídas no MEE. A validação dos fatores (domínios) foi feita através da análise fatorial confirmatória (AFC). Considerando o resultado dessa análise, para o ajuste dos modelos, somente os fatores memória, atenção e função executiva e função motora apresentaram associação com a variável resposta. As medidas de ajuste dos modelos foram obtidas e nem todas as variáveis mostraram significância. O mercúrio mostrou efeito significativo no modelo, indicando que ele e a cognição tem direções opostas.
Palavras-chave: Mercúrio. Modelo de equação estrutural. Análise fatorial confirmatória. Cognição.
if 1 02 511559

Orientadora: Ludmilla da Silva Viana Jacobson

Fechar Todos